NOTICIAS
Voltar \ A importância dos bairros cresceu com a pandemia - explicamos

A importância dos bairros cresceu com a pandemia - explicamos

25 out 2021
A importância dos bairros cresceu com a pandemia - explicamos
Esta é uma das conclusões a retirar do estudo “O Futuro das Cidades e o Futuro da Mobilidade”, apresentado por especialista da Uber.
A pandemia da Covid-19 trouxe muitas mudanças na sociedade, sendo que uma delas é a tendência dos bairros se tornarem numa espécie de novos centros urbanos. Esta é, pelo menos, uma das conclusões a retirar do estudo “O Futuro das Cidades e o Futuro da Mobilidade”, apresentado por Shin Pei-Tsay, diretora de Políticas, Cidades e Transportes da Uber, durante a cimeira Portugal Mobi Summit.

A responsável considera que as deslocações das periferias para os centros caíram abruptamente com a pandemia, defendendo soluções multimodais para as cidades do futuro. 

Segundo o Dinheiro Vivo, que cita a especialista, as cidades estão mais diversificadas e os habitantes cada vez mais fixados nos próprios bairros, apesar de procurarem flexibilidade nos meios de transportes para se deslocarem do centro para a periferia. 

Shin Pei-Tsay deu o exemplo das cidades de Nova Iorque (EUA), Joanesburgo (África do Sul), São Paulo (Brasil) e Londres (Reino Unido), onde os espaços públicos se converteram em locais de convívio com esplanadas, comércio de rua ou áreas pedonais: “Todas estas tendências terão agora de entrar no planeamento das cidades com soluções de mobilidade multimodal não só para os centros urbanos, mas também para os subúrbios”, referiu. 

Significa isto que os subúrbios e os bairros estão a ganhar mais vida e força “à boleia” da pandemia. “As deslocações tornaram-se mais curtas e concentradas junto às áreas de residência, provocando um florescimento de percursos pedonais, ciclovias ou ruas abertas à restauração e fechadas ao trânsito”, explicou a especialista da Uber. 

Fonte: Idealista/news
 
Veja Também